Πορτογαλικά: κοινά λάθη

            Σε κάθε γλώσσα υπάρχουν “τριών ειδών λάθη”: αυτά που κάνει κάποιος ξένος, εκείνα που κάνουν τα παιδιά, και τέλος, οι λαϊκισμοί όσων δεν έχουν παιδεία. Ας δούμε μερικά από αυτά στην πορτογαλική γλώσσα:

1501669715773_10erros1

https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/idioma/10-erros-linguisticos

“Todos eles são cidadões”. Na frase, o plural da palavra “cidadão” está errado. O correto é usar “cidadãos”. Veja a forma correta do plural de outras palavras: caracteres (de caráter), juniores (de júnior), seniores (de sênior), escrivães (de escrivão), gangsteres (de gangster)

“Fazem dez anos que ele se foi”. Nessa frase, o verbo “fazer” está empregado errado. Fazer, quando exprime tempo, é impessoal, portanto, não deve seguir flexão de número. O correto é escrever e dizer “Faz dez anos/ Faz dez séculos/ Faz dez dias”

“Houveram muitas manifestações”. Na frase, o verbo “haver” está errado. Quando o verbo “haver” é usado com o mesmo sentido do verno “existir” também deve se manter invariável, sem flexão. O correto é escrever e dizer “houve muitas manifestações”

“Há cem anos atrás”. A palavra “atrás” na frase é desnecessária. Nesse caso, o “há” já indica passado. O correto é usar “há cem anos”

“Porque ele nos deixou?”. O uso do “porque” na frase está errado. Quando for usado com o sentido de razão, o “porque” deve ser escrito separado: “Por que ele nos deixou? / Explique por que você se atrasou”

“Ela preferia ir do que ficar”. Essa frase está errada, porque quem prefere sempre “prefere uma coisa a outra”. O certo seria escrever então “ela preferia ir a ficar” 

“Não há excessão nesse caso”.  A forma certa de escrever é “exceção”. Veja a seguir outras palavras cuja grafia deve receber atenção; a forma correta das palavras está dentro dos parênteses: “impecilho” (empecilho = estorvo), “envólucro” (invólucro = coisa que envolve), “paralizar” (paralisar), “beneficiente” (beneficente), “previlégio” (privilégio), “zuar” (zoar = zumbir),  “advinhar” (adivinhar), “ascenção” (ascensão), “pixar” (pichar = aploicar pez)

“Esta foi a última seção da peça”. “Seção” significa divisão, repartição, enquanto “sessão” equivale a tempo de uma reunião. O correto então seria escrever “essa foi a ultima sessão da peça”

“Eles não sabiam aonde o boneco estava”. Nesse caso, o correto é escrever “onde” e não “aonde. “Aonde” é usado apenas quando associado à ideia de movimento: “não sei aonde ele quer chegar”. Enquanto “onde” é usado para designar lugar: “onde [em que lugar] o boneco estava?”

“Obrigado, diz a garota”. A palavra “obrigado” deve concordar com o gênero de quem fala. O correto é usar da seguinte maneira: “obrigada, diz a garota”. Não se aplica em plural.

 Για περισσότερη συζήτηση γύρω από την πορτογαλική γλώσσα, επικοινωνήστε: Ηλίας Ταμπουράκης, ιδιαίτερα μαθήματα στον χώρο σας, κιν. 6951614346

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s